Tag Archive | Itália

O ‘ ineleito ‘

O único candidato foi eleito com 8 votos, entre os quais o do Sporting. Não sei se isto quer dizer alguma coisa, se vai dar a algum lado ou se foi apenas uma questão de cumprir o dever de eleitor. Há direitos, há deveres e fomos lá. Feito.

Agora se isto serviu para alguma coisa, já não sabemos. Logo se vê. Que foi uma enorme palhaçada, disso ninguém tem a mais pequena das dúvidas. Se o senhor Figueiredo vai novamente para a cadeira dele, são outros quinhentos. Impugnar, agir judicialmente, algo vai acontecer no reino da pouca vergonha que é o futebol indígena.

Os clubes não se entendem, pois ninguém quer perder o poder. De repente FCPorto e SL Benfica ficaram sem candidatos e isso, sabe-se, causa muito transtorno aos auto-próprios. E continuar com o senhor Figueiredo na presidência eles não querem…

Entretanto, amanhã começa o Mundial, melhor dizendo, a Copa. O primeiro jogo será no estádio do ‘ Estaleiro ‘. A meio dia de começar o evento, aquilo ainda está em obras. Amanhã entram os espectadores pela porta principal, saem os trolhas pela porta dos fundos…

Mas tudo se faz e a copa do Brasil vai ser um sucesso!

Eu fico a torcer por Portugal sem Paulo Bento. Depois sempre pela Itália e pela Holanda. Na Europa, fora com os alemães e os ingleses. Fora do velho continente, gostava da Argentina, mas isso era antes do Messi. Como o grande Scolari está na canarinha e eu tenho enorme simpatia por ele, que seja o Brasil, caso não haja as minhas equipas europeias favoritas.

Um mês de bola! Vamos lá esquecer o triste futebol de trazer por casa e ver as nacionais a jogarem por aquele troféu de ouro.

Força Rui Patrício e William Carvalho. Vocês os dois mais o CR7, são mais de meia equipa…

Apenas um esclarecimento

O meu clube é o Sporting Clube de Portugal. Depois vem o Estoril-Praia num amor renovado recentemente, passado que está aquele período em que os canarinhos ‘ equiparam ‘ de vermelho e branco. Na mesma medida de paixão tenho o Clube de Portugal, a nossa Selecção, a equipa de todos nós. E por todas as selecções do nosso país, seja de que modalidade for.

Quando era puto, mesmo antes do Estoril ( sim, o clube onde vi o primeiro jogo de futebol ao vivo ) e do Sporting, conhecia as equipas e os jogadores italianos, por força da minha madrinha ser italiana e mandar vir os cromos lá da terra. O Milan, a Juventus e a ASRoma e outros, apareceram primeiro na minha existência que os ‘ meus clubes ‘. Essa paixão pelos clubes italianos é assim longa e desde sempre. E pela Squadra Azzurra também, principalmente por aquela equipa de 82 onde pontificava Dino Zoff, Scirea, Cabrini, Altobelli, Conti, Rossi, Tardelli e outros que bateram o Brasil por 3-2 naquele jogo espectacular.

Lembro-me do Argentina 78 e da ‘ Laranja Mecânica ‘ onde jogavam o Cruyff, Neeskens, Rep, Rensenbrink, Krol, os irmãos van Kerkhof e mais uns quantos rapazes habilidosos. Só mais tarde, com os magníficos Van Basten, Rijkaard e Gullit é que a equipa laranja chegou ao top das minhas preferências. Aliás, sempre fui pelos europeus tendo como excepção a selecção Argentina, especialmente por causa de Diego Armando Maradona – o deus do futebol. Ardiles, Passarella, Kempes e Fillol brilhavam na alvi-celeste e fizeram-me gostar dela. Do Brasil, sempre me recordarei de Zico, Falcão, Sócrates, Toninho Cerezo e de um tal ‘ goleiro ‘ Waldir Peres. Mas apesar de toda essa magia, nunca foi das minhas favoritas.

Voltando às equipas europeias, apoio o Real Madrid ( mais com Mourinho e Cr7 ), gosto do Man.United por causa de Cantona e de Sir Alex Ferguson, como gostava do Chelsea por causa do nosso José. Em Itália, também por causa de Mourinho, redescobri o Inter, até porque o Milan de Baresi e Maldini se sobrepunha na preferência. Na Alemanha nenhum, na França também não. Na Holanda gosto dos verdes do Groningen, cidade dos meus amigos.

Para terminar, há o top dos ‘ que não gramo nem com molho de mirtilos ‘ e aí claro!, ganha destacadíssimo, o clube lá de baixo dos fundilhos da 2ª circular na frente colombo. De perto, os do barcelona e do bayern. Como curiosidade, todas estas equipas começam por b…

Na quarta-feira, sem margem para dúvidas, sou pelo ex e próximo clube de José Mourinho. É como se fosse do Chelsea desde pequenino e não tendo o cachecol, visto a gravata azul e branca.

Ah e tal mas isso é ser anti-patriota e mais não sei o quê. Primeiro é um clube português e não Portugal, por muito que eles queiram confundir-se com o país. Depois não me esqueço de que eles também eram do CSKA desde pequeninos e de tudo o que dizem e fazem para nos gozar e destruir. E para além de tudo o mais, não tenho que gostar do clube, embora eles achem que devíamos ser todos norte-coreanos e estar sujeitos à mesma doutrina como à obrigatoriedade de os apoiar. Pois que não!

Tendo dito tudo isto, go Chelsea go!

Povo quê?

Chamar selecção de Itália a uma equipa onde jogam uns 7 brasileiros naturalizados | nacionalizados, só mesmo por favor. Depois colocar uma árbitro brasileira a apitar um jogo com tantos concidadãos ‘ italianos ‘, estava mesmo a ver-se o resultado. Não há coincidências e a Selecção Nacional de Futsal tem evidentes razões de queixa desta senhora que tudo fez para levar os compatriotas à meia-final. Povo irmão o tanas!!!

Como se não bastassem os brasileiros, fomos nós próprios nos momentos decisivos.

O fado é  mesmo muito tramado!

Campeones

Parabéns à selecção espanhola, justa vencedora de uma final ( demasiado ) fácil. A bola cola-se aqueles pés e para além do bom futebol que praticam, nunca se poderão queixar da sorte. Afinal, ela faz parte do jogo e sem ela não há ‘ Campeones ‘.

Hoje não era dia da Squadra Azzurra. Paciência.

 

Agora é para dar forte nos castelhanos ( com uma pá de pizza )

Não estando o Clube de Portugal na final do Euro 2012, como eu julgo que merecia, está a outra Selecção que eu sempre gostei e que apoio desde que me lembro de gostar de futebol. A minha madrinha era italiana e ensinou-me a gostar do país dela, da cultura e especialmente da gastronomia. A minha primeira caderneta de cromos tinha no interior os jogadores da Juventus, Inter, Milan, Napoli, entre outros. E os cromos já eram autocolantes…Vibrei muito com aquela vitória sobre o Brasil com 3 golos de Paolo Rossi. Ainda mais sobre aquela canarinha fabulosa onde pontificavam Zico, Falcão, Sócrates, entre muitos outros e bons. Os meus heróis eram Cabrini, Gentile, Scirea, Conti, Altobelli e especialmente aquele guarda-redes fabuloso, de seu nome Dino Zoff. Mas a Itália sempre foi a equipa que vem logo a seguir a Portugal, pelo que nesta final ‘ serei ‘ italiano.

E quem me conhece, muito italiano. Vamos lá Itália!