Archive | 5 de Junho de 2014

Mudam-se as moscas…

A conversa das nalgas e cócó do nosso Presidente causou por aí muita impressão a tanta gente, que até se formaram duas filas de indignados – uma à porta do estádio inacabado lá dos fundilhos da 2ª circular, outra à porta do estádio da circunvalação. E que grande incómodo isto causou a quem tão habituado está ao cheiro e ao dito…

Sinceramente admito que a imagem não é a melhor, ainda mais vinda do Presidente do Maior Clube de Portugal. Mas não importa a imagem. As palavras querem dizer exactamente o que querem dizer. O que importa é o conteúdo da mensagem e aí, senhores ouvintes, BdC está cheio de razão.

Pela reacção dos indignados, faz lembrar aquela piada do cocó que estava no chão: parece cocó, hum… cheira a cocó, dedo no cocó… e sabe a cocó! Pulinho por cima do cocó e ‘ ainda bem que não o pisei ‘. Todos vêem, todos cheiram, todos sabem ao que sabe, mas toda a gente tenta pular por cima. Mas ninguém o quer limpar…

O incómodo é grande, percebe-se, mas como se disse aqui ‘ há atrasado ‘, aguentem-se!

Agora anda tudo numa fona por causa das eleições da Liga. Negoceiam-se apoios e movem-se influências, sem sequer se saberem as ideias dos candidatos. Honra seja feita a Seara que, na apresentação, lá deu um lamiré com 3 ou 4. E o que eles são ou representam? Exactamente a mesma coisa que BdC se refere. Nada vai mudar no futebol português, a menos que um deles tenha o tal autoclismo. Mas naquele poleiro, ninguém terá a coragem para o accionar. O poderzinho tão apetecível, tão tentador, não se compadece com sabonárias ou ofícios.

E todos, sem excepção, irão passar pelo cócó e deixá-lo tal como está. Vergam-se a uns e outros, mas afligem-se de dores nas cruzes para remover a porcaria.

E depois, quais virgens ofendidas, lamentam a indelicadeza, rudeza e falta de educação de BdC neste contexto. Esquecem-se ou querem esquecer-se do que já disseram. E ninguém, mais do que eles, está interessado em mudar.

E como diria o outro, só mudam as moscas…