Será mais uma ‘ vitória à Porto ‘?

No nosso jornal, sobre a possível decisão do Conselho de Disciplina da FPF a propósito do caso do atraso no FC Porto-Marítimo da Taça da Liga:

‘ A serem verdade as questões colocadas pelo líder do Conselho de Disciplina da FPF, Herculano Lima, no âmbito deste processo e tornadas públicas por um diário nacional, está em causa a imparcialidade deste conselho. As perguntas reveladas – [então acha que o atraso favoreceu o FC Porto?; querem ganhar os resultados dentro de campo?, etc..] – mais se assemelham a quem defende os interesses da parte infractora do que a alguém que deverá ser isento e se cingir a matéria de facto e à verificação do cumprimento ou violação dos regulamentos. ‘

‘ A ser verdade as notícias veiculadas na comunicação social sobre as audições a Fernando e a outro pessoal médico e de enfermagem, então esta situação mais se assemelha a uma ida a uma Junta Médica do que a audição a uma comissão disciplinar. ‘

A coisa, acho eu, vai resumir-se a uma multa de circunstância a aplicar aos batoteiros que, intencional e deliberadamente atrasaram o jogo. Mas não é o FCPorto assim? Não são eles useiros e vezeiros nestes comportamentos anti-desportivos? Porventura daqui não vai sair nada, pois vingará ‘ a tese ‘ de uma eventual lesão do jogador Fernando que levou ao atraso do jogo. Como a azuis e a vermelhos tudo é possível ou haverá alguma alma que imagina outro desfecho? Alguém terá a coragem de afrontar o senhor do norte e punir o seu clube?

Afinal a taça da carica que tanto desprezam, ainda merece o esforço de uma trapaça, de um esquema, de uma encenação ‘ à Porto ‘. Neste país sem ‘ rei nem roque ‘, sem justiça mas cheio de justiceiros, ainda vamos assistir a pior. Os prevaricadores são os heróis, os maiores da cantareira. Vale tudo, como sempre valeu por aquelas bandas.

De resto, tudo bem. Siga o cúlambismo habitual…

Tags: , , ,

About Porta 10A

À direita das coisas, Sportinguista convicto, teimoso quanto baste, inventivo, apaixonado, Pai babadíssimo, sempre em família, sempre com Amigos. Adoro artes em especial a fotografia e a pintura. Gostava de ter sido Arquitecto, mas a matemática era tramada. Depois Jornalista, mas não deu. Adoro escrever. Sobre desporto e política, ou sobre uma coisa qualquer. Cristão, crente em Deus, não pratico porque acho que a melhor relação com Ele é directa. Adoro música e existem canções para todos os nossos estados de alma. E isto tudo, sou eu...

4 responses to “Será mais uma ‘ vitória à Porto ‘?”

  1. Miguel says :

    olá, Marcelo.

    sincera e honestamente não te julgava capaz da redacção de um texto como este, tão típico dos teus vizinhos da Segunda Circular.

    sabes bem que tudo “isto” não passa de futebol. sabes bem o que o meu clube do coração “acha” da ex-taça da bjeka. mas, daí a extrapolares, vai uma grande diferença.
    mais: a fonte em que o jornal do teu clube se baseia é o correio daquele manhoso que é tudo menos “querido” – que, como sabemos, é muito credível em termos de jornalismo.

    finalizo afirmando que entristece-me ir percebendo que as ideias e convicções do actual presidente do teu clube – um anti-portista primário – te começam a toldar a Razão.

    mas, é tudo futebol e aqueles cimbalino (no Porto) e jantar (em Braga) continuam viáveis. só aguardo por novidades vossas/tuas – mormente data, hora e local.

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

  2. Porta 10A says :

    Caro Miguel,

    Os ‘ calimeros ‘ tem razão de queixa e têm que o demonstrar. Seja desta forma ou de qualquer outra. Também se deve dizer, em abono da verdade, que não é uma táctica nova. Até já está puída de tanto uso…
    A questão não está em ‘ usar ‘ uma notícia do pasquim ‘record’ como base do quer que seja. O fundamental disto tudo, seria apurar a verdade dos factos e, com todos os indícios demonstrados por quem decide, parece que não irá acontecer…
    Eu, sinceramente, não acredito. Como no passado, noutras circunstâncias, não aconteceu, iria agora ser diferente? E o ‘ser’ futebol não pode ser justificação para tudo. Isso é como os árbitros repetirem que ‘ errar é humano ‘. Pois claro que é, mas errarem tantas vezes e daquela maneira… deixa de ser para passar a incompetência. Quando não é coisa pior…
    O meu presidente, como PdC, o lampião, o ‘ wanna be ‘ de Braga, o meu Amigo Tiago Ribeiro do Estoril-Praia, o Fiúza ou outro qualquer, devem defender os seus clubes. Nem mais nem menos e BdC faz o mesmo. Não é anti-portismo primário, é defesa do nosso clube.
    A ‘ extrapolação ‘ é baseada em casos que, ao que parece, fazem tese. Em Portugal é assim. Basta analisar, por exemplo, a pena aplicada a JJ depois deste ter agredido um polícia. E por aí adiante, ‘ again and again ‘…
    E falando em anti qualquer coisa primário é ver alguns comentários sobre os chamados ‘ calimeros ‘ e perceber qual a opinião dos Portistas. É claro que da nuvem não se faz Juno, mas conta e também ‘ chateia ‘, por assim dizer…
    Quanto ao resto, é mesmo futebol e assim que houver oportunidade, lá estaremos para o tal cimbalino e para uma visita ao santuário gastronómico de Braga.

    Abraço e saudações desportivas.
    Marcelo Silva

    • Miguel says :

      Marcelo,

      compreendo-te, respeito a tua raiva mas fica difícil de aceitar os teus (vossos?) argumentos.

      mas, antes do que tudo, deixa-me que te diga – mais uma vez – que tu, para mim, não és “calimero”; como não me canso de o afirmar, inclusive lá no meu estaminé, a par de um grande amigo meu de infância, és um sportinguista dos cinco costados – em homenagem aos cinco violinos 😀

      “calimeros” e “lampiões” são algumas das visitas quase diárias que por lá recebo, a darem-me “os parabéns” e a desejarem-me e à minha família, “muitas felicidades” – ‘pessoinhas’ com quem é impossível falar sobre futebol, porque acaba tudo em discussão pegada, e porque quem vê preto não consegue ver branco – muito menos cinzento. e eu, para chatices, já me basta a Vida… adiante.

      sabes bem que todos os clubes têm “telhados de vidro”; todos, sem excepção. o teu também – como o comprova o caso do “circo Cardinal”.
      onde quero chegar? simples, «penso eu de que»: se houve “dolo”, há que o provar. se houve intenção de vos prejudicar, provem-no. se houve intenção de vos desprestigiar e à prova em causa, provem-no. agora, ficarem-se pelas meias-verdades, pelas insinuações, pela calúnia, isso é que não!
      in dubio pro reu“, certo? «presunção da inocência», certo?
      (já para não referir o mais importante: bastava um singelo golo mais da vossa parte, e não haveria razões para todo este alarido. mas vocês satisfizeram-se com o 3-0… e, sendo assim, “colocaram-se a jeito”, i.e., passaram a depender de terceiros: nós. e correu mal… essa, meu caro, é que é a mais pura verdade. e a vossa dura realidade: não deveriam ter tiardo o pé do acelerador…)

      sabes, Marcelo, eu tenho razões para me desgostar com o teu actual presidente. e, com isto, não quero afirmar que os que o antecederam é que foram bons e/ou melhores, não!
      a mim, por exemplo, desgosta-me que, por mais do que uma vez, utilize o pasquim da Travessa da Queimada para fazer pressão sobre os órgãos de decisão – foi assim no dia em que se soube do acórdão sobre o Bruma, foi assim esta Terça-feira. como nesta última não houve veredicto – susceptível de recurso, note-se – será que vamos ter nova entrevista para a semana?
      a mim, desgosta-me que promova reuniões para «credibilizar» o nosso comezinho futebol, desrespeitando o órgão que serve para tal: a Assembleia-geral da Liga. mais: porque é que o faz? será para arranjar “amiguinhos” contra a aliança que pretende destituir o genro do presidente do “marít’mo“? não sei. mas estou em crer que sim. nada é feito ao Acaso, por acaso e sem coincidências…
      a mim, magoou-me a forma como sempre encarou o FC Porto, desde o início: o “alvo” a abater, custe o que custar, dê por onde der, não importam os meios para se atingir esse fim. poderia arvorar que o seu passado como elemento da ‘Juve Leo’ terá ajudado a instigar o ódio que se (pres)sente, não só ao Clube, mas também à figura do seu actual presidente, mas não o farei. aliás, basta comparar a vergonha em relação ao último ‘derby‘ da Segunda Circular, e que tu tão bem denunciaste; tivesse o teu actual presidente empregue 1/3 da sua energia em prol do famigerado art. 94º, como tem empregue nesta querela dos «2’45”»… mas, depreendo que não dê jeito afrontar quem servirá de aliado contra «um dos rostos do ‘sistema’», certo? certo… e olha que já li esta minha convicção nalguns blogues afectos ao Sporting…

      bem, isto já está longo. demasiado extenso. até parece um dos testamentos lá do estaminé…
      vou-me retirar sorrateiramente pelo flanco direito, rumo à baliza, i.e., em direcção ao vale dos lençóis.

      abr@ço
      Miguel | Tomo II

  3. Porta 10A says :

    Caro Miguel,

    Agora caberá ao ‘ orgão competente ‘ decidir. O SCP já fez o que tinha que fazer, o FCPorto apresentou a sua defesa ( ou junta médica… ) e agora vamos saber o resultado que, acho eu, vai dar a coisa nenhuma.

    Em qualquer desporto, o que eu gosto de ver mesmo, é zero batota. Gosto de ganhar, mas não a qualquer preço. Se se provar o dolo, foi batota. Se não, tudo fica como sempre.

    Outro dos valores mais importantes da minha vida, aliás como tenho a certeza que é para ti Caro Miguel, dizia eu, é a justiça. Ser justo, ser julgado com justiça, ser imparcial, rigoroso, não ter dois pesos e duas medidas. Quando assim é, seja no que for, tudo bem. Se eu sou igual ao Miguel, quero ser tratado como o Miguel.

    O BdC está a crescer. Espero que cresça ainda mais. E que faça o que tem que fazer, principalmente no clube. E tudo o que fizer de bem pelo futebol português, há que agradecer. Espero mesmo que não se alie com ninguém, muito menos com os lampiónicos. Podemos ter relações cordiais com todos, mas sem alianças com quer que seja. Para nós é sempre prejudicial, pelo que não é o caminho a seguir. E tenho a certeza que, com a maioria dos clubes presentes e dentro da iniciativa, todos ganham.

    Achei que BdC esteve bem no que concerne à capoeira da luz. Perdemos bem e justamente. Ganhar na secretaria, era manchar aquilo que defendemos, como dar uma estocada nos valores que mais prezamos. No que concerne às entrevistas, são parte da estratégia de comunicação, de chegar aos Sportinguistas, de mudar o estado das coisas. Se daria uma entrevista ao rascord? Como diria o outro, ‘ jamé ‘! Mas pronto, isso é lá com BdC.

    E sim, para terminar, não existem clubes impolutos, com telhados de zinco em vez de vidro. E também é por isso que, muitas vezes, não ligam as ventoínhas…

    Abraço e saudações desportivas
    Marcelo Silva

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: