Pergunta

Bruno de Carvalho está a querer implementar nova legislação desportiva, melhorar a competição e renovar ‘ os ares ‘ da Liga Profissional de Futebol…

Na reunião que promoveu ontem em Alvalade, estiveram 22 clubes representados entre os quais o nosso maior rival Benfica, Gil Vicente, Vitória de Guimarães, Paços de Ferreira e Arouca entre outros.

O FC Porto e o Braga não estiveram presentes. A pergunta é esta:  porque é que será?

A resposta é óbvia para todos, há ‘ ares ‘ que não se devem renovar…

Por coincidência ou não, Académica, Olhanense e Portimonense não estiveram em Alvalade. Coisas de clubes ‘ satélite ‘ é o que é…

Tags: , , , , ,

About Porta 10A

À direita das coisas, Sportinguista convicto, teimoso quanto baste, inventivo, apaixonado, Pai babadíssimo, sempre em família, sempre com Amigos. Adoro artes em especial a fotografia e a pintura. Gostava de ter sido Arquitecto, mas a matemática era tramada. Depois Jornalista, mas não deu. Adoro escrever. Sobre desporto e política, ou sobre uma coisa qualquer. Cristão, crente em Deus, não pratico porque acho que a melhor relação com Ele é directa. Adoro música e existem canções para todos os nossos estados de alma. E isto tudo, sou eu...

3 responses to “Pergunta”

  1. Miguel says :

    @ Marcelo

    caríssimo,

    venho retribuir a gentileza do comentário.
    já tinha lido a tua pergunta, neste post e hesitei em responder. o motivo principal prende-se com questões que nos ultrapassam, enquanto adeptos.

    mas até posso adivinhar uma das razões: o ‘bruninho’ entrou “a matar”, com um alvo bem definido; e como Pinto da Costa já afirmou «não o conheço», não seria de espantar a nossa ausência.
    para além disso e vais-me desculpar a franqueza, algumas das propostas apresentadas (inclusive junto das estâncias próprias, o que se saúda) são um ‘déjà vu‘ – exemplo, a descida do IVA para 13%. a própria FPF já se pronunciou, em devido tempo, e a sua reclamação foi directa para o “arquivo geral” (pois que com este governo, cortes nos impostos só se for a brincar; a sério é a doer e toca a todos. bem, todos não. só a alguns).

    quanto aos «ares que não se querem renovar» acho que não é bem por aí. convém não esquecer que o sr. Figueiredo já não é bem visto há muito tempo e que alguns dos clubes ausentes – com os dois que referes “à cabeça” – são precisamente os que estão a (in)tentar uma Assembleia-geral Extraordinária para o destituir.

    portanto, concluo como comecei: à razões objectivas que desconhecemos.
    se acho bem a ausência do FC Porto? tendo em linha de conta as circunstâncias que apresentei no segundo parágrafo, sim!, achei bem. aliás, nem sei se o FC Porto terá sido convidado (inclusive por sms, que foi uma das formas que a organização encontrou para convidar os seus homólogos. provavelmente enviaram-no mas como na Torre das Antas não havia rede…😀 )

    ps:
    se lês o que escrevo lá no meu estaminé tenho que te informar que nada me move contra o teu clube do coração.
    agora e enquanto o ‘bruninho’ não se retractar pelos factos ocorridos há mais de um ano e permanecer presidente, desculpa-me mas a instituição “Sporting Clube de Portugal” não me merecerá respeito. não é nada pessoal, não é nada contra ti; só estou a tomar “as dores” do meu clube, porque as senti em devido tempo.

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

  2. Porta 10A says :

    Amigo Miguel,

    Obrigado pela visita, pelo comentário e pelo ‘fair-play’.

    O Bruno de Carvalho está a fazer o seu trabalho e para já bem. A necessidade de se afirmar é tão igual quanto a do PdC teve no seu tempo, como o Vieira teve aqui há uns anos. Faz parte de uma nova geração de dirigentes e que tem uma tarefa de Hércules para realizar.
    PdC não conhecer BdC é apenas e só um pormenor. O FCPorto, como grande instituição que é, podia fazer-se representar não necessariamente na pessoa do seu Presidente e como agente activo do futebol indígena, ficaria bem na fotografia. Mas assim não aconteceu.
    E fosse por sms, e-mail ou telefone, o convite deverá ter seguido.
    Os que não vieram, ninguém o pode negar, mantêm convosco as melhores relações, pelo que vão atrás da posição do FCPorto.
    Quanto às medidas, mesmo que algumas sejam repetidas ou já apresentadas, há que insistir e tentar mudar o estado de coisas. Em países muito mais civilizados que o nosso, assim foi e só com a mudança de paradigma a coisa melhorará.
    Se não interessa a alguns que a coisa mude? Ao que parece… sim. E isto não quer dizer, necessariamente que seja o FCPorto o ‘ travão ‘ da mudança…
    O Figueiredo está conotado desde que entrou e não foi nem nunca será consensual. E aí está mais um exemplo do que é preciso mudar. Mas não é para mais do mesmo… e não colocar lá uma figura deste ou daquele. Por exemplo, trocar Figueiredo por Rui Alves é muito pior do que deixar lá este. Terá que ser alguém consensual ( se isso alguma vez for possível ) e que esteja acima de qualquer clube ou como outros sofra de ‘ clubite ‘ aguda…
    Vou com regularidade ler o Tomo II e não sinto essa hostilidade apesar de aqui e ali ( como neste estaminé ), haver uma bicada ou outra. Faz parte e não levo a mal.
    Desculpa-me Miguel, mas o BdC não terá que se retratar de coisa alguma, pois se assim fosse PdC teria de fazer o mesmo pelo menos umas 10 vezes seguidas, pois já foram tantas ao longo destes anos… E como sabemos, o Grande Líder não é pessoa para tanto, nem se presta a esses papéis, pelo que, ‘ l’amour avec l’amour ‘.
    E também sentimos muito as nossas dores, mas como as paixões não se explicam, alimentamo-las com isto tudo.
    Abraço,
    Marcelo Silva
    Porta 10A

  3. Miguel says :

    caríssimo,

    antes de tudo:
    « razões objectivas que desconhecemos».

    depois:
    não nos conhecemos pessoalmente, mas é já longo o nosso historial de amizade virtual. 2008 foi ali mesmo, ao virar da esquina😀 o Tempo voa, de facto…
    neste período, o Sporting CP conheceu quatro presidentes; a saber: Filipe Soares Franco (2005-2009), José Eduardo Bettencourt (2009-2011), Luís Filipe Godinho Lopes (2011-2013) e Bruno de Carvalho (2013-???). destes, só o último é que demonstrou uma animosidade para lá do normal para com o FC Porto.
    eu sei, Marcelo, eu sei! há quem considere que os três primeiros foram “subservientes” para com o FC Porto e não os perdoam por tal (eu lia o “cacifo do paulinho”, actual “tasca do cherba”). o episódio da «maçã podre» é só um dos episódios conhecidos, talvez o que teve maior impacto. assim como também sei que a sua venda foi utilizada, com ainda mais acinte pelo ‘bruninho’, para hostilizar o meu clube do coração. mas, onde muitos dos adeptos do Sporting viram subserviência, eu vi Respeito institucional – algo que não existe actualmente.

    portanto, se acho que o FC Porto deveria ter-se feito representar na reunião enquanto «agente activo do futebol indígena»? mantenho a opinião: com este quadro de guerrilha, acho que não. para haver ainda mais atritos (que certamente os haveria, pois então), já basta assim.
    já o 5lb esteve presente, mas as duas direcções mantêm o salutar convívio – apesar da rábula da “bandeira”

    noutro patamar, concordo contigo quando afirmas «há que insistir e tentar mudar o estado de coisas. Em países muito mais civilizados que o nosso, assim foi e só com a mudança de paradigma a coisa melhorará». mas isso é em «países muito mais civilizados do que o nosso»; neste “rectângulo à beira-mar (im)plantado”®, o caciquismo ainda impera – e sim!, é uma crítica construtiva também para os meus lados. aqui, a lei de Tabelião é mais ou menos assim: “ou és por mim ou estás contra mim, logo tramado com um F bem maiúsculo, porque eu vou-te tramar com outro F bem maiúsculo todo”.
    assim sendo e porque o sr. Figueiredo já deu tudo o que tinha a dar ao nosso «futebol indígena» [expressão muito curiosa e com a qual tendo a concordar], e porque é quase certo que não haverá Assembleia-geral (tendo por base pressupostos que… enfim…), e porque teremos que o suportar até Junho deste ano, e porque não acredito em coincidências, a reunião que ocorreu ontem, em Alvalade, é algo que vai para além de uma carta de boas intenções para resolver os problemas do “tal” «futebol indígena». cá para mim, “soa-me” a criação de uma lista que concorra contra a do FC Porto (mesmo que “encapotada”) para a futura presidência da Liga. mas isto sou eu a ar,ar-me em “professor karamba”…😀

    lá está:
    «como as paixões não se explicam, alimentamo-las com isto tudo».

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: