As ondas que se fizeram…

…depois daquela estapafúrdia intervenção de Bruno de Carvalho no final da partida com o West Ham, dirigindo-se aos árbitros. Não esquecendo também a espécie de bronca que deu ao miúdo William Carvalho.

O universo leonino divide-se entre o apoio e a contestação. Os adeptos do ‘Sporting é nosso’ vêem bocadinhos de si mesmo nestas acções desconcertantes do Presidente. Aquele statement publicado no facebook é o novo estilo que faz escola em Alvalade. A presença no banco de Inácio e de BdC são a ‘ rodinha ‘ que o Leonardo Jardim não precisaria… no entanto, presumo, eles lá sabem porque é que vão para lá…

Aqueles que vem nisto tudo um excesso de protagonismo, de intervenção exagerada e desnecessária, de ‘ brunismo ‘ militante ‘ à lá ‘ secretário geral da CGTP Intersindical, cá começam a criticar e a apontar o dedo ao Presidente por isto e por mais alguns episódios recentes. Para eles, depois disto, o pior está para vir.

BdC é o Presidente, o adepto, o treinador, o delegado ao jogo, o negociador, o salvador, porventura o justiceiro. É, pode ser, tudo isso e mais um ‘ par de botas ‘.

Por mim, tudo bem mas seria preferível que se mantivesse no seu lugar de Presidente e no seu círculo de poder. Não deverá ser um círculo fechado, com certeza que não, mas também não é preciso que seja tão amplo…

De resto, tudo bem e vamos lá ganhar o ‘ 5 Violinos ‘.

Anúncios

Etiquetas:, , ,

About Porta 10A

À direita das coisas, Sportinguista convicto, teimoso quanto baste, inventivo, apaixonado, Pai babadíssimo, sempre em família, sempre com Amigos. Adoro artes em especial a fotografia e a pintura. Gostava de ter sido Arquitecto, mas a matemática era tramada. Depois Jornalista, mas não deu. Adoro escrever. Sobre desporto e política, ou sobre uma coisa qualquer. Cristão, crente em Deus, não pratico porque acho que a melhor relação com Ele é directa. Adoro música e existem canções para todos os nossos estados de alma. E isto tudo, sou eu...

2 responses to “As ondas que se fizeram…”

  1. ana says :

    Não tem jeito nenhum para a comunicação, de facto. Aliás, o desacerto é tanto que, a avaliar pelas últimas intervenções do senhor, estou em crer que o slogan não era para ser “O Sporting é nosso”, mas antes “O Sporting é meu”.

  2. Porta 10A says :

    Ana,

    Vamos aguardar, mas temo que a coisa vá piorar. Quando forem os jogos mesmo a sério, de roubo evidente, não lhe faltarão motivos para protestar e aí vai perceber que, com esta escumalha da arbitragem, não se brinca nem se aponta o dedo aos gritos.
    Eles gostam é de outros mimos. E, a doer, nem sequer pestanejam para nos prejudicar.

    Quanto ao BdC ‘ being himself ‘, acho que já está a exagerar na dose. Sim, justificava-se esse slogan, como o outro ‘ o Sporting passou a ser de alguns ‘, mas só de alguns.
    No meio disto tudo, não há lugar para os outros Sportinguistas, que nem são ‘ brunistas ‘ nem ‘ croquetes ‘…

    Aguardemos as próximas cenas desta ‘ novela ‘

    Volta sempre
    Marcelo Silva
    Porta 10A

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: