E por falar em sub-espécies…

Os árbitros, essa ‘ corporação de manos solidários ‘, reúnem-se de quando em vez, nuns encontros lúdico-desportivos e para uns quantas provas físicas ditas regulamentares.

Eles é ballet com os seus pliés e pas de deux quando não de trois, eles é corfebol ( embora este seja um desporto de equipas mistas ), eles é cavalo com arções. Os mais afoitos ainda se aventuram a subir às argolas ou mesmo aos espaldares. Outros, por gostarem de actividades ao ar livre, lá se exercitam num chinquilho ou numa malha.

Depois almoçam qualquer coisa ligeira, porque a tarde ainda vai ser de muito exercício físico.

Naquela hora e meia de descanso pós-refeição, ficam entretidos nas duas mesas de matraquilhos. Essa é a altura do dia onde se gera mais conflito, pois todos os árbitros querem jogar com os bonecos do benfica. O senhor que explora o bar já sugeriu deixar de ter os bonecos vermelhos e passar a ter pretos, tipo Académica de Coimbra que toda a gente gosta, mas não deixaram. Eles teimam em ficar sempre do lado dos vermelhos. Uns ( muito poucos ) mais evoluídos, digamos mais high-tecnologicamente avançados, ainda se  ensaiam num tetris ou, assim numa cena tipo limiar da loucura, conseguem jogar ao pacman.

O Pedro Proença gasta parte desse tempo na casa de banho a pôr gel no cabelo.  E laca também.

O Paixão anda à volta das mesas. É meio tonto, por isso já não lhe ligam.

Alguns outros dormem nos sofás lá do sítio e ressonam. E até se babam.

O Vítor Pereira ( dos árbitros ) que às vezes vai lá dar um ar da sua graça, passa o tempo todo ao telemóvel com o presidente da agremiação do fundo da 2ª circular ( a tal dos matraquilhos acima referidos ). E fala, fala, fala…

Depois é tempo de voltar à dureza do trabalho. 15 voltas a correr. Uma canseira já se vê.

Mas como os árbitros e árbitros assistentes são uns manos solidários, só deram 14 voltas para serem, imagine-se, propositada e minimamente penalizados de modo a equilibrar as contas da classificação final da época dos apitadores. E isto tudo porque o CD da FPF deu 3 jogos de suspensão a João Ferreira, 2 dois a Paulo Baptista  e 1 aos assistentes de quem não interessa o nome. Vai daí, pumba, auto penalizam-se , somam menos pontos e permitem aos infractores terem mais ou menos a mesma classificação. Uma grande manif de solidariedade. Sim senhor.

E também esperam os manos incompetentes que o órgão competente da FPF reponha a justiça e despenalize os árbitros grevistas e incompetentes. Muito bem.

Venha de lá essa água de malvas…

Entretanto, André Gralha foi o árbitro que nos nomearam para o jogo com V. Setúbal e Pedro Proença estará no clássico de hoje à noite lá no campo da bola das luzes apagadas.

Na impossibilidade de perderem os dois, que empatem. Se não der empate, que os tripeiros façam a festa e tanto melhor se for com 3 ou 4, se não com uma mão cheia…

Anúncios

Etiquetas:, , ,

About Porta 10A

À direita das coisas, Sportinguista convicto, teimoso quanto baste, inventivo, apaixonado, Pai babadíssimo, sempre em família, sempre com Amigos. Adoro artes em especial a fotografia e a pintura. Gostava de ter sido Arquitecto, mas a matemática era tramada. Depois Jornalista, mas não deu. Adoro escrever. Sobre desporto e política, ou sobre uma coisa qualquer. Cristão, crente em Deus, não pratico porque acho que a melhor relação com Ele é directa. Adoro música e existem canções para todos os nossos estados de alma. E isto tudo, sou eu...

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: